Pesquisar neste blog

quinta-feira, 25 de julho de 2013

A Sociedade do Futuro

Esotericamente existem quatro ciclos básicos chamados de Eras: Era de Ouro, quando se inicia um período glorioso e fervilham as novas e melhores idéias e conceitos; Era de Prata, já com realizações ou planejamento para cristalização ou formatação das idéias luminosas anteriores; Era de Cobre, quando então a humanidade desfruta plenamente o que de melhor este ciclo de Eras pode oferecer; e, finalmente, a Era de Ferro, quando a humanidade passa a desejar um novo início mais radiante, mais livre, mais justo, mais espiritualizado ainda do que aquele que finda. O final de um ciclo apesar de parecer problemático significa o máximo e melhor que a humanidade conseguiu conceber e realizar e, ainda, prepara o surgimento de um novo ciclo ainda melhor.



A Política futura será conduzida por pessoas com maior nível de consciência, pessoas que assumirão o compromisso espiritual de administrar rumo à evolução e harmonia. Os futuros governantes serão abnegados, dispostos a doar suas vidas pessoais pelo bem comum, ouvindo realmente as necessidades da população. A hierarquia sempre existirá para o bem da organização e distribuição de responsabilidades, mas não será empecilho para a participação popular que será incentivada utilizando-se tecnologia.

A Sociedade do futuro se pautará pela ética.  Os valores sociais caminharão por verdades eternas e comuns a todos os humanos de todos os tempos e todos os lugares. As classes sociais serão distintas por nível de consciência e qualidade de colaboração social. A Cidadania será a bandeira que irá pairar sobre a sociedade, norteando as ações cotidianas mais simples. O altruísmo e o amor fraternal serão uma realidade constante nas relações e realizações sociais.

Na Economia a principal moeda será o bem que se pode fazer aos outros, a alegria proporcionada aos demais, a harmonia que uma ação poderá gerar, o benefício que se pode oferecer. As trocas não serão de dinheiro e bens, mas sim de facilidades, alegrias, prazer, satisfação, simpatia, gentileza, harmonia, saúde. As pessoas terão os bens que necessitarem para viver em paz, nem mais, nem menos. Cada um cuidará que nada falte aos demais.

O Trabalho do futuro visará o bem estar coletivo e o cumprimento do sentido de vida de cada pessoa, a contribuição que cada um deve dar para a sociedade. O que norteará as ações será a missão de cada pessoa para com a sociedade, para com seus semelhantes.

No futuro o ser humano terá certeza que também é um componente da Natureza e que toda ação física no planeta tem conseqüências que devem ser consideradas e direcionadas para a manutenção da vida. Haverá um maior nível de consciência quanto ao consumo de bens industriais, exploração de riquezas naturais, produção e destinação de resíduos, trato com os animais, preservação do meio-ambiente e uso de energias alternativas e ecológicas. A vida em sociedade contemplará maior integração com a natureza. O homem passará a perceber o alimento como promotor de sua saúde e a natureza como fonte de recursos para se recobrar a harmonia orgânica e psíquica.


Visite: Academia Ciência Estelar em www.cienciaestelar.org.br
Postar um comentário